Menu
são paulo 2020

Blog World Creativity Day

What happens in São Paulo

Você está em Blog DMC > São Paulo

O que foi o Festival Criativistas? Saiba como um evento inédito dentro do WCD foi feito


banner dmc

“O Festival foi uma grande mobilização criativa para fortalecer e encorajar as famílias a passarem por esse momento complexo de pandemia. Trouxemos soluções práticas e aplicáveis para melhorar o dia a dia das pessoas com a chance de elas dividirem essas informações e interagirem com as demais”, definiu Marcos Farias, um dos produtores que atua com engajamento no Festival Criativistas.

O Festival Criativistas começou no dia 31 de março e seguiu até o dia 20 de abril de 2020 como uma resposta do World Creativity Day à pandemia do covid-19, que deixou milhões de pessoas em quarentena. De acordo com Farias, que em 2019 foi líder do WCD em Manaus e agora é líder em São Paulo, a proposta do Festival foi inédita dentro do evento que está em sua quinta edição e conectou todo o ecossistema criativo que integra a iniciativa através de um prelúdio, com intensa agenda de lives que apresentaram diversos assuntos e práticas.

Logo após o anúncio do período de isolamento social, em questão de uma semana, todo o conceito do Festival foi colocado em prática pelo corpo de colaboradores do WCD. Como diversos eventos foram sendo cancelados em efeito cascata pelo mundo, o time do WCD iniciou uma pesquisa e entendeu que não hora de recuar. Era hora de usar a criatividade para ajudar a sociedade, assim como também ser uma espécie de luz para que outros eventos conseguissem navegar na nova realidade virtual de transmissão de conteúdo.

A equipe aproveitou que já estava em período de mobilização para concretizar o WCD e convocou as lideranças para fazerem indicações de conteúdo e de pessoas dispostas a trazerem conteúdo. Houve um grande alinhamento entre os colaboradores para desenvolver um grade com qualidade de informação. “Como já tínhamos uma ampla lista de influenciadores, anfitriões e voluntários inscritos em nosso banco de dados, convidamos essas pessoas envolvidas de diversas formas a contribuírem para alojar mais ações no meio virtual antes do dia 21 e 22, ou seja, aumentamos a quantidade de atividades para atender ao público durante a pandemia”, explicou Farias (foto abaixo).

2122b1ef_991c_4a21_b478_f83b101478cb

Segundo o produtor, as lives, principalmente de música, mobilizaram muita gente e têm viabilizado inclusive ações solidárias. “Percebemos que esse é um caminho aplicável ao World Creativity Day porque temos uma papel social importante. Afinal, além de a criatividade estar entre as habilidades do futuro, é um canal para remediar o momento pelo qual passamos.” O WCD decidiu não só preparar um evento online gratuito, mas também ampliar a programação para entrar nas casas das famílias e contribuir com a rotina e inspirar as pessoas a atravessarem a situação em vez de cederem à insegurança e dúvidas, sempre pensando “Como podemos sair melhor de tudo isso?”.

 O Festival assumiu uma missão ativista, pois promoveu a criatividade através de diversas expressões. Tanto que uma das iniciativas dentro do Festival, chamada Criar Para Curar, terá continuidade pós-pandemia. “Pretendemos continuar com as atividades até que a situação se normalize. Queremos estar junto com as pessoas, conectando-as e possibilitando ideias”, relatou Farias.

A meta do Festival era alcançar 10 mil pessoas de público, mas isso será ultrapassado porque o número é referente ao número de visualizações e há o fato de que pode haver mais de uma pessoa vendo a mesma live pelo computador ou celular. A interação e retorno ao longo das atividades do mês de abril, que começava às 10h e terminava às 21h, foi muito positiva.

As lives especiais que ocorreram sempre às 20h, foram feitas pelo líder global Lucas Foster junto com uma equipe. No restante da programação, houve uma mobilização feita por Josué Kinje, organizador da agenda dos líderes do Festival Criativistas, junto com os demais líderes do Brasil e do mundo inteiro.