Menu
são paulo 2020

Blog World Creativity Day

What happens in São Paulo

Você está em Blog DMC > São Paulo

Inspiração e Superação você vê aqui no WCD - O case de Kobe, no Japão


banner dmc

Dentro do World Creativity Day, a consultora, empreendedora e designer gráfica Sofia Nanka Kamatani atuou como líder local do Japão, mais especificamente na cidade de Kobe, de onde migraram os japoneses que vieram residir no Brasil há mais de um século. Sofia protagonizou uma das histórias de superação e inspiração mais interessantes na quinta edição do evento.

Um dos maiores desafios que Sofia encarou durante a pandemia de Covid-19 e durante o processo de planejamento e produção do WCD no Japão foi o AVC que sua mãe teve no Brasil, o que a fez retornar ao país de origem. Sofia precisou organizar toda a ação literalmente do outro lado do mundo, da casa dos pais.

Segundo Sofia, quando a pandemia de fato começou, muitos convidados do Japão começaram a declinar as propostas de participação do WCD e a articulação que ela havia feito desde 2019 começou a ruir. “Mas quando alguém procura soluções para superar as adversidades não há obstáculos reais”, disse a designer que estudou em Kobe como bolsista nos anos 1990, após um terremoto que ocorreu na cidade, e ainda realiza pesquisas no Japão.

Nós do WCD resolvemos bater um papo com Sofia para entender como é a função de um líder local fora do Brasil e também para mostrar a força de vontade aliada à criatividade de quem busca reverter cenários que parecem inférteis é fundamental.

sofiawcd2020


Como você fez para articular toda uma comunidade local para realizar o evento?

Quando aceitei o convite do Lucas, em 2019, eu não imaginava as reviravoltas da vida. Por razões pessoais eu estava no Brasil e fiz toda as articulações através de e-mails, mensagens de voz, reunião online e dos inúmeros telefonemas em horários inversos porque, para quem não sabe, enquanto aqui no Brasil é dia, no Japão é noite, então vocês podem imaginar o tamanho da loucura criativa!!!

Como foi a ação no Japão?

A estreia contou com a participação de quatro profissionais criativistas, houve uma live do empresário Edson Matsuda, que foi trabalhar no Japão e abriu sua própria empresa de TI. As demais foram plays do arquiteto formado na FAU e atualmente professor na Keio University (Keio Media Design), Marcos Sadao Maekawa, que deu um depoimento sobre Design Global Education; Hideo Kuragaki mostrou de forma lúdica a animação dos ideogramas japoneses (@kanjimon); e Motoi Yamamoto concedeu um documentário sobre a escolha do sal como matéria-prima na criação das obras.

Ações virtuais, como lives, são algo comum no Japão ou a pandemia deixou a tendência algo mais consolidado e viável por aí também?

As ações virtuais se tornaram um item obrigatório por conta da Pandemia. Os professores ministram aulas para as crianças e tiram as dúvidas online. Afinal, professores de universidades migraram para a plataforma online. Cantores japoneses compartilham sua rotina através de lives e fazem shows online e o mundo dos negócios também funciona assim.

Quais foram os maiores desafios para realizar essa edição do WCD no Japão?

O maior problema, quando anunciaram a pandemia mundial, foi que todas as articulações efetuadas viraram efeito dominó. O Japão começou a declinar atividades presenciais e um outro fator importante ressaltar é o problema do fuso horário. No entanto, o ingrediente da criatividade permitiu migrar o Dia Mundial da Criatividade para a Plataforma Digital e permitiu a participação de quatro profissionais do Japão que aceitaram o convite, pois compreenderam a flexibilidade para realizar um evento online independente do fuso horário.

A seu ver, qual é a importância de fazer o evento em cidades fora do Brasil, país que concentra a maioria das cidades inscritas na ação?

É importante o Brasil abrir as portas para o mundo porque a riqueza que o Brasil possuí é única! Imaginem só: as 1.110 atividades que aconteceram online no WCD 2020 são o resultado de profissionais que possuem, além do ingrediente da criatividade, a identidade Made in Brasil. São brasileiros que possuem um “jeitinho especial”. Eu acredito que é o momento de unir esses profissionais criativos e exportar ideias para outros países.

Qual o peso e o valor que a criatividade possui em sociedade como a do Japão?

Após a Pandemia, a criatividade mais do que nunca estará presente no processo da inovação e na decisão dos negócios no Japão e na sociedade. É mudar a velocidade dos negócios e diminuir as “barreiras burocráticas” porque a Sociedade 5.0 do Japão mais do que nunca vai estar na velocidade do trem-bala. Afinal, o Japão irá sediar as Olimpíadas de Tóquio em 2021, portanto, mais do que nunca os japoneses farão o uso da criatividade para criar soluções e realizar as Olimpíadas, mas também tudo irá depender de todos os resultados mundiais do pós-pandemia.

Como o tema da criatividade é tratado entre empresas e inovadores no Japão?

A criatividade é uma somatória do conhecimento e experiência. Esse conjunto mais a presença de pessoas com diferentes formações permitem a inovação das empresas no Japão. É importante enfatizar o papel do líder corporativo, aquele que sabe delegar e juntar as peças certas do quebra-cabeça para ter um resultado. É um conjunto de processos que podem ser repetitivos, mas muitas vezes, a solução emerge das profundezas com a mudança de olhar perante o problema. Na área do design japonês, onde eu tenho mais afinidade e conhecimento, percebo que os designers japoneses fazem o uso da criatividade através da observação da natureza. O processo criativo vem da relação do Ser Humano com a Natureza. E da Natureza, o sopro de EUREKA surge. Existem inúmeros cases, mas em geral a criatividade emerge diante da necessidade do Ser Humano.

Qual seu recado para quem participou do WCD2020?

Primeiro quero agradecer ao Lucas Foster [líder global] pela oportunidade ímpar de representar o Japão e à equipe de líderes, inspiradores, voluntários, amigos, familiares, criativistas, os anjos da tecnologia e todos que acreditaram na Magia da Criatividade. Graças a conexão e colaboração de TODOS, o World Creativity Day 2020 aconteceu online e o detalhe mais importante, não foi cancelado. A dimensão desse evento é indescritível porque se tivéssemos desistido, eu não estaria aqui compartilhando com vocês essa experiência que foi um SONHO doce onde todos puderam degustar de casa o sabor do que está por vir em 2021.