Menu
teresina

Blog Dia Mundial da Criatividade

O que acontece em Teresina

Você está em Blog DMC > Teresina

Teresina recebe mais de mil pessoas no Dia Mundial da Criatividade


banner dmc

Insigths, atenção plena, inspiração, emoção e, claro, muitas experiências inesquecíveis. A primeira edição do Dia Mundial da Criatividade (DMC) em Teresina foi um sucesso. Com um público atento e comprometido, o evento teve 98% das vagas preenchidas, ou seja, casa lotada. O Senac Teresina Centro foi o anfitrião do DMC 2019 que começou às 15h e foi até às 20h, cinco horas de muita inovação e compartilhamento de ideais. Foram 17 atividades, 35 inspiradores e 1209 inscrições. Números que representam a grandiosidade do evento e interesse pelo tema.

A líder do Dia Mundial da Criatividade no Piauí, jornalista Maia Veloso, disse que a repercussão do evento na cidade e em outras 44 cidades do Brasil são relevantes na busca por práticas criativas. “Como líder estou muito feliz em ver tanta gente interessada em trocar ideias. Eu acredito que as experiências ensinam a todos. Vamos ser criativos, cada um a seu modo, conectando essa capacidade do bem que é própria do ser humano e, assim, fazer valer a pena nossa passagem por aqui”, falou.

maia_veloso

O Senac, anfitrião do eventos, abriu as portas de duas unidades no centro de Teresina para receber o evento que foi prestigiado pelo vice-presidente da Fecomércio , Denis Cavalcante, a diretora regional do Senac Piauí, Elaine Dias e a diretora de Educação Profissional do Senac Piauí, Martha Senna. Mais de 50 colaboradores foram voluntários do DMC.

O público do Dia Mundial da Criatividade no Piauí aprendeu com todas as atividades que foram das palestras do palco “Talks Convergência Criativa” às “Oficias Criativas”, tudo acontecendo de modo simultâneo, foi um dia cheio vivências. Dentro do Dia Mundial da Criatividade, foi feito também o Senac Day oferecendo oficina de Libras, Game Educacional e o lançamento do Bússola das Profissões, um game de  vocações profissionais. No evento também teve os criativos que apoiam os criativos, que foram os apoiadores do evento: Lems, Cabrun e Sieart.

publico_2

O estudante de arquitetura, Luan Abreu, que participou da oficina do Coletivo Labcine “Como fazer documentários criativos de baixo custo”, nos disse que foi experiência inovadora. “Eu tenho inúmeras ideias de roteiro para produzir, mas não domino as técnicas e com a oficina aqui no Dia Mundial da Criatividade eu tive a oportunidade de aprender e, claro, expandir minha visão sobre o que é e como ser criativo”, falou o estudante.

Quem também se surpreendeu com a programação do DMC foi Ranyere Oliveira, ele trouxe o filho Kalyvert Gabriel, de 9 anos, para a oficina de Game Educacional. Segundo Ranyere, ver o filho empolgado com o mundo dos jogos não teve preço, além de conhecer o mundo dos jogos que é incrível para todas as idades. “O meu filho tem autismo e a psicóloga dele recomendou que eu viesse ao evento com ele. Gabriel tem aptidões na área. Para mim, ver o evento dessa magnitude é incrível, principalmente com relação aos jogos, pois infelizmente algumas pessoas ainda têm a visão de que todo jogo é violento e não é assim, na oficina de Game Educacional por exemplo, vimos como os jogos dão a oportunidade de sermos criativos e nos conectar à processos do segmento de educação”, destacou.

ranyere_andrade_e_filho

O professor Francisco André, responsável pela oficina de Game Educacional disse que a experiência de participar do Dia Mundial da Criatividade foi fantástica: “O que trouxemos para o Dia Mundial da Criatividade foi justamente os bastidores do desenvolvimento de jogos, convidei também o desenvolvedor de jogos Ruhan Bello para que a oficina ficasse mais dinâmica”, falou. Ruhan Bello falou sobre como as carreiras funcionam dentro do desenvolvimentos de jogos educativos no DMC 2019. “Para mim foi incrível, pois pude ter contato com muitas pessoas interessadas no mundo de jogos, além de poder mostrar o meu trabalho como desenvolvedor e programador de jogos”, falou.

ruhan

A professora de idiomas, Patrícila Lima, também saiu do evento satisfeita, ela participou da oficina Corpo Verso, onde foi discutido a identidade contada em Libras. Para ela, o evento trouxe o lado humano e inclusico da criatividade. “Às vezes nós queremos impor a nossa vontade sobre o outro, e essa oficina foi importante porque mostrou a necessidade de saber respeitar as diferenças, seja pelo corpo, seja na identidade, não importa”, ressaltou.

O palestrante Dr. Aurus Dourado falou sobre como a criatividade impacta a saúde e a vida das pessoas. Em entrevista, ele disse que criatividade é uma forma diferente de resolver problemas. “Nós sempre temos que tomar decisões, eu vejo a criatividade como uma resolução de problemas, sempre que eu posso digo às pessoas que a criatividade deve ser um hábito. Há alguns tabus de que uma pessoa não pode fazer bem feito múltiplas tarefas, e isso é errado, uma pessoa pode sim, fazer inúmeras atividades e de forma bem feita, isso muda nossa forma de ver o mundo e de viver também”, frisou.

aurus_dourado

Outro palestrante que frisou na criatividade foi Pedro Alexandre, ele falou sobre “Como ganhar dinheiro sendo criativo” e nos disse que “todo mundo pode ser criativo, o problema é que criatividade exige treino, como tudo na vida. Temos que pensar que sempre há uma forma de resolver problemas e um dos principais modos de fazer isso é questionando: por que minha empresa não está no nível que eu quer?, por que? por que? e por que? Não parar de perguntar nos dar forçar para achar as respostas e, consequentemente, a ser criativo”, pontuou.

pedro_alexandre_2

Ao final do evento, o Dia Mundial da Criatividade a jornalista Maia Veloso, líder do DMC em Teresina, apresentou o Talk Show de Libras com Mário Augusto, a plateia foi a mil ao ouvir as histórias engraçadas do influenciador e criador da primeira novela de Libras do Brasil para o YouTube. Perguntado aonde queria chegar, Mário respondeu sem hesitar. “Eu quero chegar aonde os surdos chegarem, aonde eles forem, eu vou também”, contou.

Veja o que nossos inspiradores acharam do DMC 2019:

Mayra Cavalcante, Angel Mob: “A criatividade da nossa plataforma partiu da necessidade e do desejo de ajudar as pessoas”.

Mariana Fiúza, integrante do Coletivo In.Surge: A criatividade lhe dá a oportunidade de errar e ter todo o processo de inovação modificado”.

Cássio Miranda: “A infelicidade pode ser um bloqueador da criatividade, temos que encontrar uma maneira de ser feliz para também sermos mais criativos”.

Áureo Tupinambá: “A criatividade querendo ou não sempre esteve presente em minha vida, durante o processo de criação”.

Jacob Alves, integrante do Festival Internacional de Dança: “A criatividade está presente em todas as áreas, não apenas na dança, mas na arte em geral. É um prazer estar aqui”.

Aurus Dourado: “A criatividade deve ser um hábito diário”.

Pedro Alexandre: “Todo mundo pode ser criativo, o problema é que criatividade exige treino”.

Mário Augusto: “Eu quero chegar aonde os surdos chegarem, aonde eles forem, eu vou também”.

Sanzio Araújo: “Na gastronomia existem três combinações cruciais: produto, logística e comercial, a gente precisa ser criativo em todos os âmbitos”.

Andressa Andrade, Fab Lab: “É importante entender que você faz parte do processo criativo, você pode criar e não apenas ver”.

Caio Marwell, Louvre Tattoo. “Trocar ideias com pessoas de núcleos diferentes é incrível, muito gratificante para nós”.

Milena Rocha, Labcine: “Criatividade de fato é quando você faz com menos, mesmo sem ter dinheiro, saber usar da sua imaginação para fazer algo incrível”.

Francisco André, Game Educacional: “Participar de um evento como esse é excitante, ver tanta gente reunida para saber sobre criatividade nos jogos é muito gratificante”.

 

O Dia Mundial da Criatividade foi um sucesso!